Principal Info - Works Resenhas, Entrevistas exclusivas "Backstage & Shows"  Nas Redes junte-se a nós!

 

 

 

 

TOTAL ROCK SITE! - Segunda-feira, 22 de Maio de 2017
 
 
 

Backstage

Cobertura exclusiva

2016
Black Sabbath
"The End Tour"

2015
Ozzy Osbourne 
"Monsters Of Rock"

 2014
Rick Wakeman 
"English Rock Ensemble"
"Orquestra e Coral"

Virada Cultural
URIAH HEEP

2013
Black Sabbath 
"São Paulo - Tour 13"

2012
Rick Wakeman 
"English Rock Ensemble"

2011
Ozzy Osbourne 
"SCREAM Brasil Tour"

2008
Ozzy Osbourne 
"Black Rain Brasil Tour"


ENTREVISTAS

2013 - Ian Anderson
do Jethro Tull

2012 - Gus G.
do Firewind
2012 - Adam Wakeman
do [Headspace]

Scream - 2011
2011 - Tommy Clufetos
2011 - Ozzy Osbourne
2011 - Blasko
2011 - Gus G.
2011 - Adam Wakeman

Black Rain 2008
2008 - Ozzy Osbourne

2005 - Bill Ward
do Black Sabbath

2004 - Ozzy Osbourne

1997 - Ozzy Osbourne

 


Publicidade

Login


2011, Scream tour - Adam Wakeman tecladista de Ozzy Osbourne
A entrevista
Autor admin última atualização em 17/06/2012

Índice

» A entrevista

NOTA: Entrevista publicada com matéria na edição nº 268 - 2011 da revista Rock Brigade, publicada originalmente no www.fanzmosis.com.br

Conduzida por: Almir Figueiredo (Fanzmosis Ozzy Brasil)
Tradução, inglês e português: Débora Figueiredo
Agradecimento especial para: Sharon Osbourne ,John Fenton, Catherine Makinson

Perguntas e Respostas:
 
1-) Você esteve no Brasil varias vezes , em tour com seu Pai "Rick Wakeman" e trabalhou em projetos com músicos brasileiros. Lembro de ter visto uma entrevista com vocês no programa do Jô em 1993
Você poderia falar como foi estar em tour com seu pai no Brasil.
Adam - Foi uma ótima experiência trabalhar com meu pai. Nós gravamos 6 álbuns juntos e também alguns ao vivo - um deles foi um DVD filmado no Grand Rex Theatre, na Argentina.
Eu estava com meu pai na minha primeira viagem à America Latina, foi uma experiência incrível para um músico de 19/20 anos de idade. Os shows foram fantásticos e as pessoas tinham tanta paixão pela música, eram verdadeiros fãs.
Ainda me lembro da primeira vez que eu caminhei ao longo da praia no Rio e bebi cervejas em um bar no terraço com vista para o mar. Ótimas recordações.
No entanto, esse vídeo do Youtube que você me mandou apenas me lembra de nunca usar roupas tão horríveis na TV! Foi um excelente programa, eu me lembro bem. Mais gente veio falar comigo na rua após ele ir ao ar do que depois de qualquer show!

2-) Rick Wakeman na década de 70 participou de vários trabalhos e álbuns no Black Sabbath e depois com Ozzy em carreira Solo. Já nos anos 90 você participou do Projeto Reunion Black Sabbath e está com Ozzy até hoje.
Pra você como é participar assumindo teclados com destes ícones do Rock, tocando músicas que seu pai tocava quando você ainda era criança.
Adam - Meu pai tocou em algumas das canções do álbum Sabbath Bloody Sabbath. Ele estava no mesmo estúdio de gravação em Londres chamado Morgan Studios, gravando com sua banda YES. Ele e Ozzy dividiram alguns drinks e então surgiu o convite para tocar em algumas faixas daquele álbum.
Curiosamente, quando eu estava no estúdio compondo músicas com Ozzy e Kevin Churko para o álbum Scream, eu encontrei um velho Synth ARP 2600 e Ozzy me disse que a última vez que foi utilizado foi quando o meu pai tocou quando gravaram a música Sabra Cadabra. Eu usei o mesmo teclado em uma das faixas do álbum Scream para completar esse ciclo!
Na verdade, comecei a tocar no Black Sabbath após a sua turnê de reunião em 2004, fazendo shows durante dois anos. Inicialmente eu fui convidado para tocar com o Ozzy em 2003, mas eu estava em uma longa turnê com a banda britânica "Travis", a qual fiz parte por muito tempo e não podia abandonar. Então Ozzy teve o seu acidente de quadriciclo e logo após a turnê foi adiada. Quando os shows foram novamente marcados era pra ser uma turnê do Ozzy, mas no último minuto, foi alterado para uma turnê de reunião do Black Sabbath. De qualquer maneira, eu estava feliz de estar lá e tocar com verdadeiras lendas do Rock.
Tocar músicas como Iron Man e Paranoid com os membros originais do Sabbath é uma sensação incrível. Eu me lembro de tocar essas músicas quando eu tinha 14 anos com a minha banda escola, assim como milhares jovens. Eu nunca achei que um dia eu realmente estaria no palco tocando essas músicas com os caras que as escreveram.

3-) Como é estar com Ozzy Osbourne , o que ele representa para você e para o Rock?
Adam - Ozzy, assim como meu pai, é de uma época em que a música vinha em primeiro lugar. Claro, eles ganharam muito dinheiro, compraram casas e carros, mas fazer música era a prioridade, o resto que vinha era lucro. A fama era um subproduto da música. Hoje em dia parece que é ao contrário, as pessoas querem ficar ricas e famosas sem trabalhar duro. Nos anos 60 e 70, fazer 300 ou 400 shows em bares e clubes antes de conseguir um contrato de gravação era bem normal.
Shows de talentos na TV mudaram o que é ser músico. Eu não estou dizendo que é uma coisa ruim, tudo tem que mudar e evoluir, mas eu acho que há menos oportunidades para as bandas conseguirem sucesso com os métodos antigos. Sou a favor do método antigo, pois ele me deu a oportunidade de virar um músico competente e cometer erros quando eles não tinham importância. Para mim, a música vem sempre em primeiro lugar, tudo o que vem da música é conseqüência. É por isso que eu respeito artistas como Ozzy e Sabbath.

4-) Atualmente você esta trabalhando em algum projetos solo ..?
Como você consegue conciliar as temporadas longas de tour mundial como a Black Rain de 2007 -2008 11 meses e a atual Scream 18 meses.
Adam - Nos últimos três anos a minha banda de rock progressivo Headspace (www.headspaceonline.com / www.myspace.com / headspacetheband) está trabalhando em nosso álbum de estréia. Ele é realmente profundo e musicalmente interessante, por isso o processo é tão longo. Nós todos estamos muito envolvidos com esse trabalho, e queremos que fique perfeito. Mas na verdade 3 anos passam muito rápido quando se está em turnê por 18 meses!
O álbum está quase concluído, será mixado em maio e lançado em setembro desse ano.

5-) Falando em Black Rain Tour, como foi para você e amigos saírem em uma turnê mundial com Ozzy e ficarem juntos por quase um ano na estrada?
Adam - Foi uma grande turnê, mas não pareceu tão longa. Tivemos alguns intervalos, o que ajuda muito, pois eu podia ir para casa e ver minha família. É bom balancear um mês em turnê com uma semana em casa. Sem poder ir para casa a história seria totalmente diferente, tenho filhos pequenos, então seria como uma sentença de prisão ficar longe da minha família por 18 meses seguidos!

6-) Como você já conhecia os fãs brasileiros por ter tocado antes aqui, qual foi sua reação em 2008 quando ficou sabendo que estaria com Ozzy no RJ e SP com a turnê Black Rain e quando chegou no Brasil.
Adam - Saber que iríamos para o Brasil foi muito bom. Não consigo pensar em muitos países com fãs tão loucos quanto os brasileiros.

7-) Você poderia descrever ou comentar alguns fatos marcantes da passagem de vocês pelo Brasil em 2008?
Adam - Eu tenho muitas lembranças e amigos no Brasil. Um dos seguranças (Alfredo) que nós tivemos em nossa primeira viagem para o Brasil continua a ser um bom amigo meu. Na turnê Black Rain eu pude vê-lo novamente e trabalhar com ele, o que foi ótimo. Eu tenho um outro grande amigo brasileiro (Jacintho) que eu conheci enquanto estava em turnê com o meu pai, eu espero vê-lo também. Ele é um cirurgião, com sorte não haverá ninguém em sua mesa de cirurgia e ele poderá ir ao show.
Todos nós já tivemos ótimas noites em São Paulo e Rio!
Algo que não vou esquecer é quando nós chegamos no Brasil, a polícia interditou as ruas para chegar até nós e nos levar ao local do show. Fomos na contra-mão em alta velocidade, foi muito louco!

8-) Sobre a Tour Scream, neste ano a Turnê brasileira será a maior de todas , está e a primeira vez será realizada em 5 estados no Brasil.. Vocês preparam alguma surpresa para os fã brasileiros?
Adam - Vamos tocar algumas músicas às pessoas não escutam há muito tempo, o show vai ser intenso. Nós nos divertimos muito da última vez, todos nós estamos verdadeiramente ansiosos para voltar para o Brasil.

9-) Se pudesse comparar com a Tour Black Rain, como você descreveria esta nova fase Scream ?
Adam - Você vai ter que esperar e ver. Há mais pirotecnia e eu vou aparecer mais no palco, já que dessa vez também vou tocar guitarra.

10- ) Você poderia deixar uma mensagem para os fãs Brasileiros e para o Fanzmosis ?
Adam - Obrigado por todo o apoio que deram à música no passado, presente e futuro. Estou ansioso para vê-los do palco, e talvez possa até esbarrar com alguns de vocês em um ou dois bares no Brasil depois dos shows!

Voltar  Página principal - home!

Dê aqui a sua opinião sobre essa entrevista.

Os comentários são postados usando logins e scripts do FACEBOOK, não estão hospedados nos sites do Fanzmosis e não refletem a nossa opinião, sendo assim são exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos usuários que fizeram uso deste sistema.
Caso você considere qualquer comentário injusto, entre em contato ou clique no link DENUNCIAR (X a direita de cada comentário quando o mouse passa sobre ele).




Slideshow

Backstage - M&G - Shows
Q&A com Ozzy Osbourne

mais detalhes aqui...

 

 

 


Donativos



(Internacional)

Por favor, considere uma doação, não importa qual o montante para proteger e manter o Fanzmosis

O destino do seu donativo
Tecnologia: Servidores, largura de banda, manutenção, desenvolvimento.

Muito obrigado,
Almir Figueiredo

Fundador do Fanzmosis



CONTATO
Fanzmosis.com.br
Almir Figueiredo(Editor)

Fanzmosis Brasil - Experience Site!, serviço de notícias
Bandas, PR, Promo, empresas e gravadoras devem enviar seus press releases,agendas, notícias para publicação por e-mail, clicando aqui.
Cel: 55 13 98199-5202

Mantido por:
Fanzmosis Brasil
Desde setembro de 1995

1996 - 2015 'fanzmosis.com.br' - Todos os direitos reservados       Fanzmosis Group